Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro recebe pesquisadores de todo o Brasil com tema solidariedade.

Por Fábio Machado – Assessoria de Comunicação Iº CBHSC

O dia nove de outubro entra para história da evangelização em terras universitárias com o marco de abertura do Iº Congresso Brasileiro de Humanismo Solidário da Ciência (Iº CBHSC), evento organizado pela Conferência Nacional dos Bispos (CNBB) através da Pastoral Universitária e Ministério Universidades Renovadas organismo da Renovação Carismática Católica no Brasil, com apoio de diversas instituições de ensino como Universidade Federal de Salvador e PUC RIO.
Em nome de toda comissão de coordenação do evento, Tiago Paulino professor do CEFET MG, agradeceu a todos pela acolhida e também pela primeira fase de organização do congresso. “ Muito obrigado a cada um que fez presente nesse evento, percebemos uma oportunidade de aprofundar o elo entre a doutrina social da Igreja e o cotidiano profissional. Acreditamos que a construção coletiva é a tônica do evento, que contempla as diversas áreas dos saberes. Importante valorizar que estamos no ano do laicato e que tivemos o envolvimento de diversos movimentos, muitas instituições católicas e públicas para chegarmos até aqui” destacou o professor.
As duas palestras magnas ficaram por conta de Prof. Padre Paul A. Schweitzer, SJ com o tema ‘Humanismo Solidário na Ciência’ e Sérgio Cavalieri, presidente da UNIAPC-LA com o tema: “Ética profissional para promoção da pessoa humana” que encantaram os congressistas com conteúdo profundo e com a metodologia apresentada.
Para compreensão do humanismo solidário na Ciência o professor Paul destacou como ponto de partida a contemplação da beleza da criação e a busca humana na compreensão de como tudo foi criado. Com muita profundidade e detalhes o professor apresentou a cronologia do conceito de ciência a partir do primeiro documento científico de aproximadamente 30 mil anos atrás, onde alguém gravou num pedaço de osso a sequência de imagens das estrelas. Outro ponto a ser realçado é a interatividade entre matemática e teologia. “Deus atua na história, depois de ter criado o universo, acompanha a sua evolução pela sua providência. Reconhecemos que as leis da natureza, pela seleção natural e pela sobrevivência dos mais adaptados, segundo Darwin, é um fator fundamental na evolução da vida” afirmou professor Paul.

Já Cavalieri trouxe à baila a tendências na formação de executivos na atualidade. “Percebemos que o perfil do executivo moderno é que ele tenha conhecimento humanísticos e consiga compreender a pessoa em sua totalidade” afirmou. Citando diversos exemplos de atuação profissional e magistério da Igreja o gestor colocou em destaque a importância de a empresa ser solidária. “Sou otimista com o futuro do trabalho , há muitas formas de trabalho desaparecerão e outras aparecerão, o que é necessário é que as pessoas estejam preparados para essas oportunidades, para isso os países tem que capacitar para as novas formas de trabalho que aparecerão, a reforma trabalhista sou totalmente favorável, aos amigos, a reforma não pode levar a precarização do trabalho, a palavra-chave é a solidariedade de primeiro criar riquezas e distribuir as riquezas de maneiras mais justas”, destacou.
O evento conclui seu primeiro dia com muita interatividade ao redor do coffe break. Para cobertura completa siga-nos em nossas redes sociais, tais como Facebook e Instagram.